Mais dois suspeitos de integrar quadrilha que explodiu banco na PB são presos no RN

primo-e-macarrao.jpgA polícia prendeu mais dois homens apontados como integrantes da quadrilha que explodiu uma agência bancária na cidade de Brejo do Cruz, na Paraíba, no domingo (3). A dupla foi presa na tarde desta sexta-feira (8), em Janduís, na região Oeste potiguar.

Segundo o delegado regional de Patu, Sandro Régis, Eugênio Gurgel Neto Filho, conhecido por Primo, e Francisco Viera de Melo, que tem o apelido de Macarrão, dariam fuga aos demais integrantes do bando. “Foram encontradas conversas no celular apreendido de um dos presos, em que combinavam essa fuga. Nós não havíamos ainda identificado, porque só tínhamos os apelidos. Mas identificamos e prendemos”, explica o delegado.

Ainda de acordo com Régis, Neto Filho e Francisco Vieira foram presos nas casas em que moravam, em Janduís.

O major da Polícia Militar Inácio Brilhante, que realiza patrulhamento na região, gravou vídeo com os dois suspeitos, em que os dois suspeitos negam a participação no crime. Entretanto os dois admitem terem recebido mensagem dos assaltantes.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s