Esposa de vereador recebe bolsa família

GILDO-P.jpgRedação e fonte: Blog do Jair Sampaio

O Bolsa Família é um programa muito importante em nosso País, que contribui bastante para redistribuição de renda e a melhoria da qualidade de vida dos mais necessitados. Sou um defensor deste programa, acredito que a população Brasileira deve ter os seus direitos garantidos, principalmente o direito a uma vida digna.

No entanto, como foi veiculado neste meio de comunicação, a minha esposa também é uma beneficiada deste programa, porém é preciso analisar o caso, antes de tomar conclusões precipitadas.

O meu casamento é recente, sendo que a minha esposa já recebia o benefício anteriormente, em virtude de ter um filho, fruto de outro casamento. Como sabemos o beneficiado é o filho dela, que não é meu dependente, inclusive no meu imposto de renda ele não conta como dependente.

Recentemente em Itaú, houve um recadastramento deste programa e foi declarado a certidão de casamento e os revisores não constataram irregularidade. Como sou vereador de oposição em Itaú, não tenho nenhum acesso aos cadastradores do bolsa família, pois são pessoas ligadas politicamente ao prefeito de Itaú.

Se existe alguma irregularidade, foi uma atitude de má fé, visando denegrir minha imagem, haja vista que jamais seria beneficiado de forma irregular, pois este programa é manipulado politicamente pelo prefeito de Itaú, que consente que seus partidários recebam esse benefício, mesmo sendo funcionário de primeiro escalão da prefeitura, como esposas: Tesoureiro, secretário, vice diretor de escola municipal, vereadores da base do prefeito, funcionários comissionados e contratados, para isto basta votar no prefeito, e não se observar as devidas regras do programa.

O prefeito também permite que agropecuarista, aposentado, comerciante, pessoas que residem distantes de Itaú-RN, que recebam por serem apadrinhados politicamente pelo prefeito de Itaú -RN, pois, o mesmo é o grande manipulador deste programa em nossa cidade.

Portanto, não sou beneficiado deste programa. Já estive com o promotor de justiça, apresentei todos os documentos que foram exigidos a minha esposa pelo recadastrado e o mesmo adiantou que não se enquadra em crime de falsificação ideológica, corrupção, omissão de documentos, como foi erroneamente julgado por este blog.

Ao final da análise do caso, retornarei a este meio de comunicação, para divulgar a legalidade e a verdade dos fatos, esclarecida pela justiça.

GILDO PINHEIRO

VEREADOR

ITAÚ RN

Deixe seu comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s