Cerro está mobilizada no Novembro Azul


​Na abertura oficial do Novembro Azul, mês de conscientização e prevenção ao câncer de próstata, a secretaria de saúde de Cerro Corá mobilizou toda a equipe e ofereceu testes rápidos e consulta médica para os homens.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, um em cada sete homens é diagnosticado com câncer de próstata durante a vida. No Brasil é a segunda doença mais comum entre a população masculina.

ASCOM – PREFEITURA DE CERRO CORÁ/RN

Polícia de Currais Novos apreende quase 100 pedras de crack 


POR BLOG DO JOTA DANTAS – Na tarde desta quinta(09), a Polícia Militar de Currais Novos em abordagem de rotina conseguiu localizar cerca de 84 pedras de crack na Rua Pernambuco, em frente a casa número 12. 

Segundo a PM, a droga pertence a Mário Silvano Araújo Figueiredo, de 35, que na hora da abordagem fugiu pulando muros. 

Maioria dos homicídios no Brasil não são elucidados

Dois meses e meio depois, 64% do total de casos de morte violenta ocorridos entre 21 e 27 de agosto no Brasil continuam em aberto e só 11% registram alguma prisão. É o que mostra um novo levantamento feito pelo G1 tendo como base todas as mortes registradas durante uma semana no país. Se forem excluídos os casos em que a polícia não informa ou que não foi possível obter o status dos crimes, o índice de casos em andamento sobe para 75% (e o de prisões, para 15%).

O Monitor da Violência é resultado de uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência (NEV) da USP e com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Após vídeo vazar na internet, Globo afasta William Waack, acusado de racismo

wac.jpgO Grupo Globo informou na noite desta 4ª feira (8.nov.2017) que o jornalista William Waack está afastado de suas funções após vazamento de vídeo em que ele teria feito comentário racista. A medida seria “até que a situação esteja esclarecida”, diz a empresa.

No vídeo, minutos antes de ir ao vivo durante a cobertura em 2016 das eleições à Casa Branca nos Estados Unidos, Waack supostamente diz que um “preto” estaria buzinando próximo ao local da transmissão.

“Waack afirma não se lembrar do que disse, já que o áudio não tem clareza, mas pede sinceras desculpas àqueles que se sentiram ultrajados pela situação“, diz a Globo em texto divulgado no G1.