Presidente do Flamengo se filia à Rede e vai disputar eleição

Marina Silva e Eduardo Bandeira de Mello no almoço que selou a filiaçãoO presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, acertou com a presidenciável Marina Silva seu ingresso na Rede. No almoço que selou a filiação, na última sexta-feira, estava também o pré-candidato ao governo Miro Teixeira. Bandeira ficou de definir a que vai se candidatar. Todas as opções estão em aberto, mas o mais provável é que tente uma cadeira de deputado estadual ou federal.

Previsão aponta chuvas no RN durante o fim de semana

POR JAIR SAMPAIO – O fim de semana deve ser de chuva em todo o Rio Grande do Norte. A previsão é da Empresa de Pesquisa Agropecuário do RN (Emparn). De acordo com o órgão, as chuvas devem continuar ocorrendo devido a presença da Zona de Convergência Intertropical. Na área litorânea, as precipitações devem se concentrar na madrugada e início da manhã. Já no interior, as chuvas vão ocorrer à tarde e à noite.

Depois de soltar presos com 150 kg de drogas a justiça do RN decreta a prisão dos acusados

Drogas e armas apreendidas em Parnamirim com os três suspeitos (Foto: PM/Divulgação)A Justiça do Rio Grande do Norte decretou nesta sexta-feira (23) a prisão preventiva dos três suspeitos de tráfico de drogas e porte ilegal de arma presos na terça (20) em Parnamirim, Grande Natal, com 150 quilos de maconha. São os mesmos que foram liberados na quarta-feira (21) após a Justiça considerar a prisão em flagrante ilegal.

Suênia Aguiar Alves, Alexandro dos Santos Pinheiro e Reinaldo José da Silva Júnior foram detidos no bairro Emaús, em uma casa onde estavam as armas e os 150 quilos de maconha. Na audiência de custódia, realizada no dia seguinte ao flagrante, eles receberam alvará de soltura concedido pelo juiz Raimundo Carlyle.

O magistrado alegou que, durante o registro da ocorrência na delegacia, o delegado que recebeu os suspeitos negou aos advogados deles direitos de manifestação após a prisão. Essa ação da polícia teria tornado ilegal o flagrante. O Ministério Público pediu a ilegalidade, que foi concedida pelo juiz. Os três foram liberados em seguida.

O delegado Natanion Freitas, responsável pela autuação, disse que não negou qualquer direito aos advogados. Segundo ele, o que aconteceu foi que os representantes dos suspeitos tentaram interrogar testemunhas do caso na DP, e o delegado os impediu.

Ainda segundo o Natanion Freitas, os advogados acompanharam os depoimentos e os suspeitos, quando interrogados, não quiseram se manifestar

Após o ocorrido, o processo foi distribuído e encaminhado à Comarca de Parnamirim. Nesta sexta (23), o juiz Marcos José Sampaio de Freitas Júnior expediu os três mandados de prisão. Para embasar a determinação, o magistrado usou o relato feito pelo sargento da Polícia Militar que deteve os três suspeitos sobre prisão, que consta no Boletim de Ocorrência.

Segundo ele, como o relato do PM antecede o flagrante feito na Delegacia de Plantão e considerado ilegal, pode ser usado como base para a expedição dos mandados. “Trata-se de elemento informativo que é totalmente impassível de contaminação pela ilegalidade consistente na rejeição, pelo Delegado de Polícia, da pretensão dos advogados dos suspeitos de apresentação de quesitos e razões, pela simples razão de que se trata de documento oficial antecedente ao início da atuação do Delegado”, argumenta.

Preso membro do Sindicato do RN considerado de alta periculosidade

Uma ação de agentes policiais da 1ª Delegacia de Polícia de Parnamirim, prendeu nesta quinta-feira (23), Luciano Alves de Aguiar, “vulgo Scooby”, 31 anos, mediante mandado de prisão. Membro do Sindicato do RN, Luciano é investigado pelos crimes de tráfico de drogas, associação criminosa, homicídios e ocultação de cadáveres, sendo considerado pela polícia, um criminoso de alta periculosidade. Luciano Alves foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.
PC/ASSECOM