Sinmed recebe candidato a governo do RN nesta terça-feira

O Candidato ao Governo do estado do Rio Grande do Norte, Ex-Prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, fará uma visita ao Sindicato dos Médicos do RN (Sinmed RN) nesta terça-feira (16), às 11h. 

O Sinmed RN convoca a categoria médica para participar da reunião, ocasião em que o candidato assumirá compromissos com a categoria e com a melhoria da saúde pública no Rio Grande do Norte.

A diretoria da entidade deseja ouvir as propostas do candidato para a área da saúde e para as demais áreas de interesse da sociedade. 

Anúncios

Segundo IBOPE, Haddad lidera rejeição para o segundo turno

Jair Bolsonaro

  • Com certeza votaria nele para presidente – 41%
  • Poderia votar nele para presidente – 11%
  • Não votaria nele de jeito nenhum – 35%
  • Não o conhece o suficiente para opinar – 11%
  • Não sabem ou preferem não opinar – 2%

Fernando Haddad

  • Com certeza votaria nele para presidente – 28%
  • Poderia votar nele para presidente – 11%
  • Não votaria nele de jeito nenhum – 47%
  • Não o conhece o suficiente para opinar – 12%
  • Não sabem ou preferem não opinar – 2%

Ibope para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%

O Ibope divulgou nesta segunda-feira (15) o resultado da primeira pesquisa do instituto sobre o segundo turno da eleição presidencial. O levantamento foi realizado no sábado (13) e domingo (14) e tem margem de erro de 2 pontos, para mais ou para menos.

Nos votos válidos, os resultados foram os seguintes:

TRE pede reforço de tropas federais para 72 municípios do RN no 2º turno das eleições

Tropas militares fizeram segurança em 97 cidades potiguares no 1º turno das eleições — Foto: Vitorino JúniorO Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN) vai pedir reforço de tropas federais para a segurança em 72 municípios potiguares no segundo turno das eleições, marcado para o domingo 28 de outubro. São 25 cidades a menos em relação ao primeiro turno do pleito que aconteceu dia 7.

Conforme o TRE, a redução de 97 cidades para 72 deve ocorrer “por se tratar de um turno mais simples e tranquilo” atende à demanda dos juízes eleitorais. “O pedido segue para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que seja autorizado o envio do exército. No mais, as forças estadual e municipal (guarda municipal) serão mantidas”, informou.

Em reunião nesta segunda-feira (15), quando informou o reforço do pedido de segurança, o presidente do TRE, desembargador Glauber Rêgo, destacou que o RN foi o primeiro estado do Nordeste a realizar a totalização de votos e o 12º no Brasil.