Nota de repúdio da marcha mundial das mulheres

Hoje, Raiene Dantas Assunção de 33 anos, há 4 meses Zaira Cruz 20 anos, há 4 anos Fernanda Borges de 27 anos. Quantas e quantas mais precisarão morrer? Quantas e quantas mais precisarão ficar paraplégicas, ter suas feições deformadas e sofrerem para além dos impactos físicos, sequelas emocionais por toda a vida? Quantas?
.
O feminicídio é o desfecho final de uma tragédia que se anuncia no cotidiano de mulheres atormentadas pelo fantasma cíclico da violência. Uma violência diária, silenciada, mascarada pelo estado e “invisível” aos olhos da sociedade. Essa violência tem raízes: o machismo estrutural. Uma sociedade que educa um homem para prover e dominar e uma mulher para gerar e obedecer.
O Brasil é o quinto país que mais mata mulheres no mundo. Há cada quatro horas uma mulher é violentada nesse país. BASTA! A violência não é um problema privado, é uma questão de saúde pública. .
A Marcha Mundial das Mulheres se solidariza com a família da vítima de feminicídio Raiene e reforça nosso compromisso em lutar cotidianamente pela vida das mulheres.
BASTA DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER!
Queremos viver!
Marcha Mundial das Mulheres
Currais Novos, 19 de Julho de 2019.

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Deixe seu comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s