Ezequiel solicita ações para melhorar estradas, abastecimento de água no Trairi

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB) apresentou requerimentos em nome dos moradores de Coronel Ezequiel, na região Trairi do Estado, pleiteando a extensão da rede de distribuição de água, recuperação da BR-226, rodovia de grande importância para a região e medidas no setor de segurança pública para a localidade. 
 
Um dos requerimentos solicita a Caern um estudo de viabilidade técnica para extensão da rede de distribuição de água, para a comunidade Cachoeira, localizada na Zona Rural do município de Coronel Ezequiel. Outro requerimento apresentado pelo parlamentar é direcionado ao Superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/RN), Daniel de Almeida Dantas, solicitando a recuperação da BR-226, no trecho que liga os municípios de Santa Cruz e Coronel Ezequiel.
 
“A BR-226, no trecho que liga os municípios de Santa Cruz e Coronel Ezequiel, encontra-se, em consequência da falta de manutenção, em inadequado estado para o tráfego seguro de veículos e pedestres, uma vez que pelo elevado número de buracos, a população é posta em risco de acidentes, bem como o trânsito fica lento pela necessidade de redução da velocidade para ultrapassar as crateras, causando prejuízo no cotidiano da população”, justificou o deputado.
 
Ezequiel Ferreira também solicitou ao Secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, Francisco Canindé de Araújo Silva, o aumento do efetivo militar e a recuperação geral da delegacia do município de Coronel Ezequiel, localizado na região Trairi. “A população está presa em suas casas e as ruas à noite estão desertas. Solicito ações ostensivas para contenção da criminalidade, como o aumento de efetivo policial, hoje reduzido”, disse.

por Caboré Locações Publicado em Notícias

PF apreende 238 kg de cocaína no Porto de Natal

Natal/RN – A Polícia Federal prendeu em flagrante na noite do sábado, 3/9, no Terminal Portuário de Natal, três paranaenses, de 21, 34 e 47 anos, respectivamente, e mais um rondoniense, de 33 anos. Com eles, foram apreendidos 238,9 kg de cocaína. A droga seria enxertada em um contêiner que seguiria para a Europa.

A ação, que aconteceu em conjunto com a Receita Federal, teve início há um mês quando a PF passou a investigar uma movimentação suspeita de pessoas e vários veículos em um galpão de Emaús, município de Parnamirim, Região Metropolitana de Natal, o que indicava, possivelmente, tráfico de drogas. No último sábado, um caminhão deixou o local sendo acompanhado por “batedores” e seguidos de perto pelos policiais federais que observaram quando, quilômetros adiante, o veículo transportador de carga adentrou ao Porto de Natal, oportunidade em que foi interceptado e, após minuciosa revista, na estrutura da carroceria foram encontrados diversos tabletes de cocaína que estavam escondidos em um compartimento adaptado no reboque.

O motorista recebeu voz de prisão e, do lado externo, próximo ao portão de entrada do Porto, os outros homens foram presos quando davam cobertura e esperavam o desembaraço da “mercadoria”. Além do caminhão, com eles, foram apreendidos, também, lacres de contêineres não utilizados e três carros, sendo dois, de luxo.

Ao serem conduzidos para a autuação na Superintendência da PF, em Lagoa Nova, todos os presos se recusaram a responder ao interrogatório e invocaram o direito constitucional de só falar em juízo.

Dois dos suspeitos possuem antecedentes criminais e um é ex-policial militar do Paraná, expulso por crime de roubo. Eles permanecem custodiados na sede da PF, à disposição da Justiça.

De 2019 até hoje, a Polícia Federal e a Receita já realizaram sete apreensões de cocaína no Porto de Natal. O total apreendido é de aproximadamente 5,5 toneladas.

por Caboré Locações Publicado em Notícias

MPF no RN inicia retomada de atividades presenciais com alta na produtividade

A partir desta segunda-feira (5 de outubro), o Ministério Publico Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) inicia a retomada gradual de atividades presenciais. Durante o período de teletrabalho integral, houve aumento no número de atendimentos e no andamento de investigações e processos. Enquanto o atendimento eletrônico segue como regra, todas as unidades contam com salas passivas para demandas presenciais.

Desde o dia 19 de março, membros, servidores, estagiários e parte dos funcionários terceirizados das procuradorias em Natal e no interior passaram a trabalhar de suas casas. Apenas demandas indispensáveis continuaram a ser atendidas de forma presencial. A medida foi adotada para contribuir com o distanciamento social e evitar o contágio pelo novo coronavírus, sem, no entanto, deixar de atender a sociedade.

A atuação extrajudicial chegou a crescer de abril a junho, durante a fase mais crítica da pandemia, quase 20% em comparação com as médias desses meses em 2018 e 2019. Foram mais de 590 novos procedimentos e 12.763 documentos produzidos. No mesmo período, os movimentos em processos judiciais somaram 5,9 mil (média de 100 por dia útil), mesmo com a redução de 14% (em comparação com os dois anos anteriores) das demandas vindas do Judiciário, devido às restrições e suspensão de prazos processuais.

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Live da AL destaca importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama

A Frente Parlamentar da Mulher da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN), presidida pela deputada estadual Cristiane Dantas (SDD), realizou a live Outubro Rosa 2020 – Campanha de Prevenção do Câncer de Mama, que aconteceu nesta segunda-feira (05) com transmissão pela internet e pela TV Assembleia.

A parlamentar Cristiane Dantas (SDD) explicou que a mobilização deste ano acontece de uma forma diferente, por causa da pandemia. “Certamente houve uma queda no acesso aos tratamentos e campanhas de prevenção diante da pandemia, por isso nosso alerta é em especial às mulheres. O câncer é a maior causa de morte entre as mulheres no Brasil, por isso, mais uma vez, essa campanha vem conscientizar sobre a importância do diagnóstico precoce. E aproveito para destacar que os grupos de apoio são fundamentais na contínua divulgação desta mensagem”.

A deputada estadual e vice-presidente da Frente Parlamentar da Mulher, Eudiane Macedo (Republicanos), também falou aos presentes na live. “Essas instituições que estão presentes vivem todos os dias o mês de outubro, os 365 dias do ano são dedicados a essa causa tão importante que nós todas devemos abraçar. Nós sabemos que o exame precoce ainda é o mais eficaz para combater o câncer de mama. Mas não basta somente nós falarmos, precisamos agir, por exemplo, com políticas públicas e, também, destinando Emendas Parlamentares a essas instituições que fazem um trabalho gigantesco”. A parlamentar informou que o mandato dela está destinando Emendas Parlamentares para a causa.

A mastologista da Liga Contra o Câncer, Diana Navarro, também lembrou que o câncer de mama é o câncer mais incidente na mulher, de acordo com ela, uma em cada 10 mulheres no mundo terão câncer de mama. “Todo ano, nesse mês, a gente enfatiza importância da prevenção e do diagnóstico precoce como nossas principais armas. A prevenção não é totalmente possível em função da multiplicidade de fatores envolvidos, mas têm alguns fatores que podem reduzir esse risco, como a mudança dos hábitos de vida, combater obesidade, praticar hábito saudável, sair do sedentarismo. Quanto antes a gente modificar nosso estilo de vida, melhor. E quanto antes a gente diagnosticar o câncer de mama, melhor”, disse.

O diretor e médico da Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer, Jensen Fernandes, também falou da importância do diagnóstico precoce. “O Instituto Nacional de Câncer (INCA) previu mais de 60 mil casos de câncer de mama para o país neste ano. A nossa realidade é um pouco cruel, porque, na maioria das vezes, a paciente chega já com um estágio um pouco avançado. Dessa forma, tudo fica mais complicado, o prognóstico muda. A mamografia é um exame que consegue reduzir mortalidade. Por isso, é muito importante toda essa conscientização para que possamos melhorar esse contexto”, falou.

A vereadora Júlia Arruda (PCdoB) evidenciou a importância do mês de conscientização. “Temos todos os anos levado essas informações aos bairros de Natal para que a prevenção do câncer possa chegar aos diversos lugares da cidade. Queria colocar nosso mandato à disposição. Temos que pensar em alternativas, fortalecimento de políticas públicas, de rede de atendimento. Estamos somando com essa luta. Tem sido um ano desafiador, por causa, inclusive, do medo da população de procurar um médico e acabar contraindo o vírus”, lembrou.

A secretária adjunta de Atenção Integral à Saúde de Natal, Rayanne Araújo, informou que a Prefeitura do Natal reconhece a importância do tema e sempre busca levar para a população que não só em outubro é importante fazer esse trabalho de prevenção. “A gente tem o prestador móvel que vai cada vez mais próximo das pessoas levando esse exame gratuito. Reforçamos sempre que o autoexame também é importante no início do tratamento precoce”, completou.

Para Ana Lucia Raymundo, da Defensoria Pública estadual e, também, coordenadora do Coletivo Nísia Floresta, o desejo neste mês de outubro e que deve ser um desejo do ano inteiro e de todos os dias, é lembrar que a doença não para, ela continua. “Precisamos nos somar. Esperamos em um momento mais propício podermos estar ajudando mais, inclusive conversando com as mulheres sobre a forma como elas são tratadas durante o tratamento do câncer de mama, porque é um momento delicado e elas merecem todo apoio”, disse.

Magda Oliveira, da Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer, enfatizou que, infelizmente, sabe que muitas pessoas não vão conseguir a cura do câncer pela dificuldade do acesso, especialmente aos exames, por causa da situação financeira. “Elas ficam esperando em uma fila, infelizmente ainda acontece isso no nossos país. O objetivo da Rede Feminina é cuidar dessas mulheres, são mulheres que vem do interior do estado e prestamos apoio”, explicou.

A deputada federal Carla Dickson (PROS) opinou que acredita muito na prevenção. “A gente fala muito do toque, do exame precoce, mas nós precisamos falar, antes disso, da prevenção. Por que a gente não fala sobre alimentação saudável? Outra coisa, quando falamos de toque, além da mama e da axila, nós esquecemos de que também é importante o toque daquilo que minha mãe chamava de saboneteira e do pescoço”.

Outras instituições participaram do evento e apresentaram contribuições pertinentes ao tema.

por Caboré Locações Publicado em Notícias

813 casos confirmados em Currais Novos

A Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, confirma na manhã desta terça-feira (06), mais onze (11) novos casos de Covid19 no município de Currais Novos.

Eis os novos casos:

O 803º caso, trata-se de paciente do sexo feminino, faixa etária entre 41 e 50 anos, diagnosticada via teste rápido;

O 804º caso, trata-se de paciente do sexo feminino, faixa etária entre 31 e 40 anos, diagnosticada via teste rápido;

O 805º caso, trata-se de paciente do sexo feminino, faixa etária entre 21 e 30 anos, diagnosticada via teste rápido;

O 806º caso, trata-se de paciente do sexo feminino, faixa etária entre 51 e 60 anos, diagnosticada via teste rápido;

O 807º caso, trata-se de paciente sexo masculino, faixa etária entre 81 e 90 anos, diagnosticado via teste rápido;

O 808º caso, trata-se de paciente do sexo feminino, faixa etária entre 71 e 80 anos, diagnosticada via teste rápido;

O 809º caso, trata-se de paciente do sexo masculino, faixa etária entre 81 e 90 anos, diagnosticado via teste rápido;

O 810º caso, trata-se de paciente do sexo feminino, faixa etária entre 21 e 30 anos, diagnosticada via teste rápido;

O 811º caso, trata-se de paciente do sexo feminino, faixa etária entre 21 e 30 anos, diagnosticada via teste;

O 812º caso, trata-se de paciente do sexo feminino, faixa etária entre 31 e 40 anos, diagnosticada via teste rápido;

E o 813º caso, trata-se de paciente do sexo feminino, faixa etária entre 31 e 40 anos, diagnosticada via teste rápido.

Os casos suspeitos e confirmados continuam sendo monitorados pelas equipes da Vigilância em Saúde do município e se encontram em isolamento domiciliar.

A Vigilância em Saúde ressalta ainda que o descumprimento do isolamento poderá acarretar em punição civil, administrativa e penal dos agentes infratores.

por Caboré Locações Publicado em Notícias