Após quatro adiamentos, acusados de planejar morte de radialista no RN devem ser julgados nesta segunda (15)

Lailson Lopes, o 'Gordo da Rodoviária', destituiu advogado durante o júri em 2017. Em março deste ano, ele voltou a recusar defesa e recebeu voz de prisão — Foto: Reprodução/Inter TV CabugiApós ser adiado quatro vezes, deve enfim ser realizado nesta segunda-feira (15) o júri popular unificado do ex-pastor evangélico Gilson Neudo Soares do Amaral e do comerciante Lailson Lopes, o ‘Gordo da Rodoviária. Ambos são acusados de planejar a morte do radialista Francisco Gomes de Medeiros, o F. Gomes – assassinado a tiros em 18 de outubro de 2010 na cidade de Caicó, na região Seridó potiguar.

O julgamento está marcado para começar às 8h, no Fórum Desembargador Miguel Seabra Fagundes, no bairro de Lagoa Nova, Zona Sul de Natal.

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s