Efetivo da Polícia Civil poderá cair para 20% do ideal em três anos, alerta Adepol

A Associação de Delegados da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (Adepol) alertou que, em três anos, o efetivo da corporação pode cair para 20% do ideal. Em nota, a entidade comparou a situação da Polícia do RN com um buffet.

De acordo com a Adepol, o crescimento populacional deve deixar o quantitativo desproporcional ao ideal, caso não sejam reformadas. Em analogia com um buffet de festas, a associação assemelhou com um serviço de garçons desproporcional ao número de convidados, o que faria o serviço ter uma qualidade baixa.

Segundo a nota da Adepol, os números não foram atingidos “da noite para o dia”. O último concurso para a Polícia Civil aconteceu em 2008. Conforme consta, a corporação opera com cerca de 26% do efetivo adequado.

Para a presidente da Adepol, delegada Taís Aires, a realização do concurso depende, hoje, apenas da vontade da governadora Fátima Bezerra.

“Acredito na boa vontade da governadora, até porque ela já anunciou publicamente e fez promessas sobre o concurso. Mas isso não é suficiente. A chefe do executivo precisa deixar claro para todas as secretarias e órgãos envolvidos, que esse concurso é uma prioridade para o estado. Estamos cansados de tantas idas e vindas. Precisamos de atos concretos”, ressaltou.

Agora RN

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Deixe seu comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s