Governadora anuncia que aulas presenciais da rede estadual do RN só serão retomadas em 2021

A governadora Fátima Bezerra anunciou na manhã desta terça-feira, 08, a continuidade da suspensão das aulas presenciais na rede pública estadual de ensino até o final de 2020 em função da continuidade da pandemia da Covid-19.

Para tomar a decisão, a governadora citou a posição do Comitê Científico de Especialistas que orienta a gestão estadual no enfrentamento à pandemia, o Comitê setorial da Educação no RN, a União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), a opinião expressa pela população em recente pesquisa do Ibope que atesta que mais de 70% dos brasileiros querem a volta das aulas presenciais só após a disponibilidade de vacina, e enquetes feitas pela Secretaria Estadual de Educação e veículo de comunicação.

“Diante destes fatos e considerações informo que as atividades presenciais da Educação no RN só serão retomadas em 2021. Isto estará normatizado no próximo decreto que vamos publicar nos próximos dias para a rede de educação pública do Estado”, afirmou a chefe do Executivo.

Fátima Bezerra fez o anúncio ao participar, por videoconferência nesta terça-feira, 08, do I Fórum Virtual Undime/RN que teve o tema: “A educação pública potiguar e os desafios de educar antes, durante e no pós-pandemia”.

Ela reforçou que o Governo preza pelo diálogo, ouve a sociedade e que na pandemia segue a orientação dos especialistas e da ciência. “A realidade mostra que estamos no caminho certo, pois o RN é o estado que mais reduziu o número de óbitos no país, fruto de trabalho sério, comprometido com a saúde pública e ouvindo a ciência”, frisou.

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Dez presos com tornozeleiras eletrônicas participavam de torneio de futebol

Mais de 100 Policiais penais ocuparam a comunidade do Japão, na Zona Oeste de Natal, neste domingo 7. A ação foi batizada de Operação Tormenta.

Um torneio de futebol estava sendo realizado, com a participação de 10 presidiários, que são monitorados por tornozeleiras eletrônicas.

A operação, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), foi uma ação de saturação e monitoramento de pessoas com restrição de liberdade que usam tornozeleira eletrônica. Aproximadamente 70 pessoas foram abordadas.

Agentes que participaram da ação disseram ao Agora RN que o objetivo do torneio era arrecadar dinheiro para uma facção criminosa que atua no estado.

Participaram da ação o Grupo de Operações Especiais (GOE), Grupo de Escolta Penal (GEP) e Grupo Penitenciário de Operações com Cães (GPOC) da Seap.

Agora RN

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Vivaldo Costa cobra implantação de maternidade de alto risco para o Seridó

O deputado estadual Vivaldo Costa (PSD) apresentou requerimento na Assembleia Legislativa, encaminhado à Governadora do Estado Fátima Bezerra e ao Secretário da Secretaria de Estado da Saúde Pública – SESAP, Cipriano Maia de Vasconcelos, solicitando a implantação de uma maternidade de alto risco para atender a Região do Seridó.

“Com base nos últimos acontecimentos veiculados pela mídia, foi possível enxergar o agravamento no atendimento às gestantes de alto risco na capital do Estado”, argumentou.

Vivaldo relembrou com destaque, a superlotação da Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), à qual entrou em colapso no início do mês de agosto, chegando a ter leitos improvisados nos corredores da maternidade. “Com base nesses fatos e entendendo ser um assunto de grande importância para a população potiguar, em especial as regiões que serão prejudicadas com esse caos na saúde pública, presamos por apresentar esse tema, solicitando ao governo do Estado uma parceria com o município de Caicó para a implantação de uma maternidade de alto risco que atenda a demanda de toda Região do Seridó”, ressaltou.

Outro requerimento apresentado por Vivaldo Costa foi à criação de um programa que exige a permanência de fisioterapeuta nas maternidades públicas e privadas. “O nosso objetivo é consolidar as recomendações para assistência obstétrica à gestante e ao parto, definidas e propostas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Sendo necessária a restruturação das unidades de saúde e a inclusão de uma equipe multidisciplinar”, argumentou.

Vivaldo disse ainda que o curso de fisioterapia passou a ser reconhecido como uma ramificação da área de saúde, e que a inclusão do profissional fisioterapeuta nas maternidades e na assistência aos partos tem grande importância durante a gravidez, trabalho de parto e no pós parto.

“Além disso, é imprescindível o uso de recursos fisioterapêuticos para melhorar a progressão do trabalho de parto, reduzindo o índice de cesarianas, conforme recomendação da OMS. Assim, surge a necessidade urgente de imposição da presença do fisioterapeuta em tempo integral (24 horas) nas maternidades de todo o Estado do Rio Grande do Norte, sejam elas públicas ou privadas”, disse.

por Caboré Locações Publicado em Notícias