PRESO 02 DO PCC

FOTO: G1

O homem de 50 anos preso em Salgueiro, no Sertão de Pernambuco, apontado como um dos mais procurados do país, estava em uma caminhonete Hilux branca quando foi parado em uma blitz da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ao ser abordado, ele apresentou uma carteira de habilitação que os policiais constataram depois ser falsa.

Segundo o Ministério da Justiça, o homem preso é Valdeci Alves dos Santos, o Colorido, que era considerado o segundo principal líder do Primeiro Comando da Capital (PCC) em liberdade e que estava foragido desde 2014.

A identidade foi confirmada depois que ele foi levado até a Delegacia da Polícia Federal, onde realizaram a identificação datiloscópica e confirmaram que o documento era falsificado. Segundo a Polícia Federal (PF), a carteira estava com os dados do irmão de Valdeci, utilizando uma foto sua no local da original.

A prisão aconteceu no sábado (16) em uma ação conjunta da PRF e da PF do Rio Grande do Norte. Neste domingo (17), a PF em Pernambuco informou que ele já estava em um presídio do Grande Recife.

Colorido, que nasceu no Rio Grande do Norte, estava como passageiro na caminhonete que foi parada pela PRF no quilômetro 23 da BR-116, em Salgueiro. Segundo a PRF, como não foi encontrado nada contra o motorista, ele foi liberado.

A PF afirmou, em nota, que o acusado figurava na lista de mais procurados do Ministério da Justiça e Segurança Pública, tido como responsável pelo fornecimento de drogas para os estados da região Sudeste do país.

Além do documento falso, foram apreendidos dois aparelhos celulares, R$ 11.500, joias e três relógios que, se forem originais, valem cerca de R$ 150 mil cada.

Colorido foi autuado em flagrante por uso de documento falso. Contra ele, havia um mandado de prisão preventiva em aberto expedido pela Justiça de São Paulo por diversos crimes tais como tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

Segundo a PF, após a conclusão do flagrante e em razão da altíssima periculosidade do preso, foi montado um forte esquema de segurança para a imediata transferência dele para o sistema prisional do Recife, onde ficou à disposição da Justiça Federal.

A prisão foi resultado também de um trabalho de inteligência, operada pela Força-Tarefa de Mossoró (RN) e policiais de outros estados, como Paraná e Mato Grosso do Sul.

O foragido responde pelos crimes de tráfico de drogas, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Segundo o site do Ministério da Justiça, ele atua também no Nordeste e em países do Mercosul.

A Força-Tarefa é coordenada pela Polícia Federal e composta por policiais federais, rodoviários federais, policiais civis, policiais militares e policiais penais federais e estaduais, atuando em cooperação técnica com a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Deixe seu comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s