Acusado de matar menina de 12 anos em Apodi vai a júri popular

acusado

O homem acusado de matar sua cunhada de 12 anos em setembro de 2018, vai a júri popular dia 7 de novembro. Paulo Batista de Souza, 23 anos, era casado com a irmã da vítima e foi o último a estar com ela.

O caso aconteceu na cidade de Apodi, a 340 quilômetros de Natal; e chocou a cidade na época. Paulo de Souza deveria deixar Maria Carla da Silva, 12 anos, na casa de uma irmã dela. A criança jamais chegou ao local onde deveria ser entregue.

Após o sumiço a família acionou a polícia. O cunhado inicialmente negou o crime, mas sempre foi tido como suspeito. Alguns dias depois ele foi preso. Dia 17 de outubro de 2018, um mês após o sumiço, a polícia encontrou a ossada da criança.

Pouco tempo depois, exames confirmaram que os restos mortais eram da menina. O acusado confessou o crime e disse que assassinou Maria Clara usando um pano. E que o motivo teria sido “só raiva mesmo”.

Paulo Batista de Souza, acusado de matar sua cunhada de 12 anos, responderá por homicídio qualificado. Ele será julgado por homicídio qualificado, por motivo fútil, envolvendo asfixia, dissimulação e feminicídio.

OP9RN

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Deixe seu comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s