AMSO promove palestra para debater Eleições 2020

AmsoA Associação dos Municípios da Microrregião do Seridó Oriental-AMSO, realizou na tarde desta terça-feira (26) mais uma reunião de capacitação com representantes de vários municípios. Na pauta o debate que norteará 2020. A palestra que aconteceu no auditório da associação, em Currais Novos, trouxe como tema “Como fazer campanha política”. Assuntos como pesquisa eleitoral, planejamento de campanha e a nova regra eleitoral foram discutidos. Uma parceria com o escritório Falconi Camargos, Barbosa Wanderley advogados e consultores, possibilitou a ação.

A palestra foi proferida pelo professor Clovis Miyachi, cientista político, coordenador do Núcleo de Estudos Políticos da Democracia – NEPD, e pesquisador da Universidade de Pernambuco. Dono de um invejável currículo, o cientista político Clovis Miyachi teve um relevante papel na vitória do Juiz Wilson Witzel na eleição para governador do Rio de Janeiro.

“É possível fazer uma campanha segura, sem risco e de baixo custo. Tudo começa através de uma pesquisa bem feita para o sujeito saber onde está os votos e a forma que buscará. Nós participamos da campanha de Wilson Witzel e é possível fazer um trabalho com baixo custo. Hoje a estratégia mudou completamente, as redes sociais é o palanque eletrônico. Quem deseja ser candidato precisa de uma estratégia correta”, falou Clovis Miyachi.

Ainda durante o evento o filósofo e consultor de novas tecnologias Kadu Santos, falou sobre e dimensão da comunicação na era digital dentro das campanhas políticas. “É preciso entender o aspecto político dentro das novas estratégias, para as novas eleições, profissionalizando as campanhas e quem vai disputar. Acredito que será impossível um candidato distribuir conteúdo sem não estar nas redes sociais. Mas é preciso agregar o corpo a corpo, olho no olho e redes sociais”, contou.

Por Ismael Medeiros

 

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Homem foi atuado por embriaguez ao volante após colisão em Currais Novos

POR BLOG DO JOTA DANTAS – O teste de bafómetro realizado no senhor que estava dirigindo o carro Gran Siena, de cor vermelha, de placas OJR 0588, que colidiu em uma moto Factor de cor preta, de placa QGR4H95, pilotada por Jalmir de Araújo Domingos, de 25 anos, residente na Rua Josué Bezerra Simões, no bairro Paizinho Maria, que sofreu fratura no fêmur esquerdo e foi socorrido por uma equipe do Samu, e posteriormente encaminhado à Natal, deu positivo para ingestão de bebida alcoólica, em 0,82 miligramas de álcool por litro de ar alveolar. Ele foi conduzido para delegacia de Caicó onde foi autuado em flagrante e o delegado arbitrou uma fiança, que até ontem não havia sido paga e ele ficou preso em Caicó.

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Fátima faz discurso de boas-vindas em Seminário na China

Como única representante brasileira convidada a participar do Seminário de Comunicação e Cooperação Financeira Internacional da iniciativa “Um Cinturão, Uma Rota”, que acontece em Pequim, na China, a Governadora Fátima Bezerra foi responsável por proferir o discurso de boas-vindas na cerimônia de abertura do evento, que teve início nesta terça-feira (26). O Seminário, direcionado para os países de língua portuguesa, é realizado pelo Banco da China e segue até o dia 4 de dezembro na cidade de Lisboa, em Portugal, onde acontece a segunda parte da programação.

“Vejo o Seminário como uma importante oportunidade de estreitar nossos laços de amizade não só com a China, mas com os demais países aqui presentes, e aproveito para saudar os representantes de Portugal, São Tomé e Príncipe, Guiné-Equatorial, Timor Leste, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau e da região autônoma de Macau aqui presentes”, destacou a governadora ao iniciar suas palavras.

Na ocasião, Fátima reconheceu o papel da Cônsul Geral para o Nordeste, Iên IûChín, no fortalecimento dos laços com a China. “Ela esteve no Rio Grande do Norte neste ano, com uma comitiva muito representativa, e pudemos apresentar nossas potencialidades e oportunidades de negócios. Talvez pelo fato de ser, atualmente, a única mulher a governar um Estado em meu país, tenhamos tido uma identificação tão forte nesta visita, e construído uma relação muito frutífera”, disse.

Nesta quarta-feira (27), como parte da programação do segundo dia de Seminário, os participantes irão se reunir com a diretoria da China General Nuclear e Power Corporation (CGN), que adquiriu, neste ano, dois campos de produção de energia eólica no RN, nos municípios de João Câmara e Parazinho – Eurus II e Renascença V – implantados pela Atlantic Energias Renováveis, empresa com atuação também no Piauí, Bahia e Rio Grande do Sul, incorporada pelos chineses.

Em agosto, a Governadora Fátima Bezerra recebeu os diretores da CGN, que despertaram interesse em ampliar investimentos na produção de energia eólica e solar e na instalação de uma fábrica de equipamentos para os dois setores.

“A China tem capacidade de investimento e tecnologia. Nós, temos enormes potencialidades, a exemplo da área das energias renováveis, que é um dos setores-chaves da economia chinesa, e temos políticas para atrair esses investimentos. Queremos estabelecer uma relação de confiança, garantindo segurança jurídica aos negócios que vocês tenham interesse em empreender”, afirmou a Chefe do Executivo Estadual ao lembrar o foco da gestão em alavancar a economia e gerar empregos para a população.

Acompanham a governadora nesta viagem, o titular da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec), Jaime Calado e o assessor técnico da Sedec, Pedro Henrique Lima.

Banner_675x90-governo

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Região Central: Ezequiel quer recursos para segurança, educação e infraestrutura

EzequielA região Central do Rio Grande do Norte foi alvo de uma série de requerimentos apresentados pelo deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa. O parlamentar quer investimentos em segurança, educação e infraestrutura.

Ezequiel solicitou as reformas das escolas estaduais Francisco de Oliveira Cabral, Olímpio de Moura e Pedro II, todas localizadas no município de Lajes. “As instituições estão em insatisfatórios estados de conservação, com rachaduras nas paredes, goteiras no telhado e com a parte elétrica e hidráulica deterioradas”, argumenta o deputado.

Outro requerimento pede o aumento do efetivo militar e melhorias na estrutura da Polícia Civil para Lajes. O presidente da Assembleia Legislativa afirma que a “sociedade está atormentada por uma verdadeira sequência de assaltos. A população sofre com o número baixo de policiais”.

O deputado ainda apresentou requerimento com o objetivo de sugerir a realização de um convênio entre o município de Lajes e o Governo do Rio Grande do Norte para a pavimentação e drenagem de ruas. “Ações para valorização dos imóveis e para a integração da comunidade”, completou.

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Governo forma mais 252 sargentos da Polícia Militar em Natal

sargentosO Governo do Estado realizou nesta terça-feira, 26,a solenidade de formatura de 253 alunos do Curso Formação de Sargentos (CFS) da Polícia Militar. No total, a diretoria de ensino da Polícia Militar do RN está formando 413 sargentos que irão atuar na capital e em todo o interior do Estado.Com a conclusão do curso, os formandos ficam aptos para promoções a sargentos.

O CFS tem carga horária de 720 horas/aula e é condição básica para o cabo da Polícia Militar ingressar no quadro de acesso para a promoção à graduação de sargento. O curso contempla disciplinas como tiro policial, gerenciamento de crises, abordagem policial, capacitação em policiamento comunitário e direitos humanos.

O governador em exercício, Antenor Roberto, participou da solenidade e parabenizou os concluintes. “Vocês estarão nas ruas para garantir a segurança da população. Estão todos de parabéns e preparados para exercerem as novas funções”, afirmou o governador que destacou o empenho da administração na valorização da segurança pública e dos seus profissionais. Ele citou a nova Lei que reestruturou as carreiras na Polícia Militar, o início, em janeiro próximo, do curso de formação de mil novos soldados para a PM e o lançamento de programa habitacional para os policiais, através da Companhia Estadual de Habitação (Cehab).

Antenor destacou também a iniciativa do Estado em integrar o Hospital Pedro Germano, da Polícia Militar, ao Sistema Único de Saúde. “É um grande reforço para o atendimento público de saúde. O Hospital vai realizar 400 cirurgias por mês melhorando o atendimento a toda a população”, afirmou.

O governador ainda se referiu ao trabalho integrado entre todos os órgãos estaduais de segurança. “O Governo faz segurança de forma integrada e se relaciona com toda a sociedade através do Conselho Estadual de Segurança Pública que tem representantes da administração estadual, dos órgãos de segurança, poderes judiciário e legislativo, ministérios público estadual e federal, representações civis. E temos conseguido reduzir os índices de violência”, registrou.

O comandante da Polícia Militar, coronel Alarico Azevedo, disse que os sargentos assumem funções de comando e gestão. “A sociedade confia em cada um de nós da PM.Temos que retribuir isso. Vocês estão prontos, treinados e capacitados para intervir na resolução de conflitos.”

A solenidade no auditório da Escola de Governo em Natal contou também com a presença do deputado estadual coronel Azevedo; do secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), Francisco Araújo; secretário adjunto da Sesed, Osmir Monte; ex-comandante da PM, coronel Angelo Mário; tenente coronel Arthur Emílio, sub-diretor de Ensino da PM; tenente coronel Vilela, comandante do CFAPM; coronel Demócrito, sub-diretor de Saúde da PM; coronel Spinolla, diretor de finanças da PM e o subtenente Eliabe Marques, padrinho da turma.Banner_675x90-governo

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Obrigatoriedade de instrutores na formação de motoristas é discutida no Legislativo

916824d9-4fda-4f94-8ccd-5763f7b5e7a0“A importância das empresas de autoescola para a formação dos condutores e a segurança no trânsito”. Esse foi o tema da audiência pública realizada, na tarde desta terça-feira (26), na Assembleia Legislativa do RN. Promovido pelo deputado Ubaldo Fernandes (PL), o encontro buscou analisar as consequências de um projeto de lei que tramita no Congresso Nacional e prevê a exclusão da obrigatoriedade das aulas com instrutores em autoescolas para adquirir a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

De acordo com Ubaldo Fernandes, o Projeto de Lei n° 3.781/19, de autoria do Deputado Federal General Peternelli (PSL/SP), propõe alterações no artigo 141 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Caso seja aprovada, a norma permitirá que os interessados em possuir a CNH escolham entre dois caminhos: passar por um Centro de Formação de Condutores (CFC), assistindo a aulas teóricas e práticas; ou se preparar de forma autônoma, submetendo-se apenas às avaliações junto ao Detran do seu estado.

“Esta segunda hipótese nos preocupa muito, especialmente quanto à segurança no trânsito. Como será feita a fiscalização dessas aulas autônomas? Quem serão os instrutores? E a segurança para motoristas e pedestres diante desses candidatos, nas ruas, ainda sem habilitação? São essas e outras questões que discutiremos”, destacou Ubaldo Fernandes.

Enriquecendo o debate com dados estatísticos, o parlamentar esclareceu que existem 14.400 autoescolas no Brasil, com 60 mil veículos adaptados, 28 mil salas de aulas e 112 mil empregados. Especificamente no RN, há cerca de 300 instrutores, trabalhando em 126 Centros de Formação de Condutores.

Iniciando os discursos dos componentes da Mesa dos Trabalhos, o vice-presidente do Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do RN (SINDCFC/RN), Alexandre Rocha, criticou a tramitação do projeto de lei que terminará por enfraquecer as autoescolas e a instrução consciente de condutores. “Seria um retrocesso. Claro que muita coisa precisa ser melhorada na metodologia dos CFCs, mas esse projeto seria retroceder no tempo”, opinou.

Alexandre Rocha frisou também a importância dos CFCs e de bons instrutores para a sociedade como um todo. “Já houve um aumento de 7% em mortes no trânsito após a medida presidencial de tirar os radares eletrônicos das vias. Imaginem se mudarem mesmo o Código de Trânsito, afrouxando os requisitos para se conseguir habilitação. Isso é muito preocupante”, disse, enfatizando que “no ensino a distância não há o contato direto professor-aluno e, por isso, as aulas não seriam tão eficazes”.

Já o Capitão Daniel Gleydson, analista de projetos de proteção contra incêndios do Corpo de Bombeiros Militar do RN, falou a respeito dos acidentes que presencia em urgências e emergências. “Se hoje, mesmo com inúmeros centros especializados em formação de condutores, nós já vemos tantas colisões no trânsito e tantas vítimas, como a ausência de autoescolas vai influencias nas vidas que serão perdidas futuramente? É preciso pensar muito sobre isso”, enfatizou.

O agente do Departamento de Educação no Trânsito da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), Jorge Luiz do Nascimento, descreveu o que chamou de tripé do trânsito: educação, fiscalização e engenharia. “Se a gente quebra qualquer um deles, prejudica o todo. E é isso que estão querendo fazer. Querem acabar com a educação no trânsito”, criticou.

“Eu trabalho há duas décadas nessa área, então eu já vi muita coisa. E eu digo com propriedade que muitos acidentes acontecem porque as pessoas não sabem fazer uma frenagem de forma correta, não sabem definir o ponto cego, dentre outras coisas. E por que acontece isso? Porque elas aprenderam com seus pais, tios, sozinhas, de qualquer jeito… É totalmente diferente de quando um instrutor capacitado transmite os ensinamentos. Quando recebemos treinamento de alguém habilitado, nós passamos a ter mais consciência do que estamos aprendendo”, detalhou.

Para Jácob Costa de Oliveira, assistente técnico do Detran, não faz sentido desconstruir um modo de fazer que vem dando certo. “Antes do Código de Trânsito, não havia a necessidade de se frequentar uma autoescola. Como o colega falou, aprendia-se com o pai, avô, tio. E assim os vícios iam sendo repassados. Ninguém discutia o porquê de determinada regra ou analisava o poder de destruição de um veículo. Mas depois do Código, as coisas melhoraram, se tornaram mais metodológicas. E hoje temos uma das normas mais modernas do mundo, apesar dos seus erros”, frisou.

Segundo Jácob de Oliveira, a importância do Curso de Formação de Condutores reside em três pontos principais.  “Primeiro, o CFC é formador. Ele ensina um cidadão a ser condutor, com metodologia e corrigindo seus vícios. Não é algo a distância, sem reciprocidade e sem discussões; segundo, na autoescola o aluno vai poder ressignificar comportamentos, e a grande maioria dos acidentes é causada pelo mau comportamento no trânsito; e, em terceiro lugar, no CFC as pessoas podem analisar, discutir e perceber a diferença entre escolher fazer certo ou errado no trânsito”, explicou.

O representante do Detran destacou ainda que “o CFC pode transformar um candidato a motorista num condutor responsável e consciente, entendendo o veículo como instrumento de mobilidade que não pode ser usado como arma”.

Ao final das discussões, o deputado Ubaldo Fernandes informou que será feito um “documento de descontentamento e reprovação às recentes leis do Congresso Nacional que enfraquecem, desmobilizam e levam as autoescolas gradativamente à extinção”, disse.

“Iremos elaborar um documento, em nome de todos os participantes desta audiência pública, mostrando que o RN é contrário aos Projetos de Lei em tramitação no Congresso. Feito isso, iremos remetê-lo aos Deputados Federais propositores das normas, bem como aos nossos oito Deputados Federais e 3 Senadores, pedindo que não apoiem ou que votem desfavoravelmente aos projetos”, concluiu o parlamentar.

por Caboré Locações Publicado em Notícias