PRF registra oito acidentes graves nas rodovias federais do RN durante o carnaval

Até a manhã desta quarta-feira (26), pelo menos oito acidentes graves foram registrados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas rodovias federais que cortam o Rio Grande do Norte, desde o período de início do carnaval. Felizmente, não houve nenhuma morte nas estradas.

A PRF também informa que durante o feriadão 85 pessoas foram flagradas dirigindo sob efeito de álcool. Do total, seis foram presas. Ainda foram registrados casos de ultrapassagem indevida, receptação de veículo roubado e contrabando, mas a PRF só deverá divulgar todos os dados nesta quinta-feira (27), após o fim da operação, previsto para a meia-noite.

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Saúde investiga três possíveis casos suspeitos de coronavírus no RN

NATAL (RN), 26 de fevereiro de 2020.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública informa que no momento está apurando os fatos para que possa inferir se há ou não casos suspeitos de Infecção Humana pelo Covid-2019 (Novo Coronavírus), uma vez que para ser considerado caso suspeito esse deverá atender aos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde para notificação.

No momento, o Estado do Rio Grande do Norte possui três investigações em curso, iniciadas na tarde desta quarta-feira (26), quando as informações sobre esses casos foram repassadas à Sesap.

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Divulgação e garantia de direitos da mulher pautam projetos de Eudiane Macedo

3053ea62-c7e8-4770-9c0f-8454e6e19470Com o objetivo de divulgar e garantir os direitos da mulher, a deputada estadual Eudiane Macedo (Republicanos) apresentou um projeto que determina a fixação obrigatória nas Delegacias Especializadas em Defesa da Mulher de cartaz informativo com o conteúdo da lei que dispõe sobre a reserva de vaga de empregos para mulheres vítimas de violência doméstica e familiar nas empresas prestadoras de serviços junto ao Governo do Estado do Rio Grande do Norte.

“A taxa de participação das mulheres no mercado de trabalho ainda é quase 20% inferior à dos homens (52,7% no 4º trimestre de 2018 contra 71,5% deles). O cenário se torna ainda mais cruel quando voltamos nosso olhar para as mulheres em situação de violência doméstica e familiar. Muitas vezes, a mulher não consegue romper com seu próprio ciclo de violência sem que alcance um certo nível de autonomia financeira pois, em muitos casos, elas são totalmente dependentes economicamente de seus parceiros, incluindo assim a moradia e o sustento dos seus filhos”, argumentou.

É nesse contexto que surge a Lei Estadual nº 10.171, de 21 de fevereiro de 2017, para garantir, pela via de uma política de cotas, a participação mínima de mulheres em situação de violência doméstica nas empresas prestadoras de serviços ao Governo.

Outro projeto apresentado pela deputada, dispõe sobre a reserva de vagas para mulheres nas situações acima citadas no programa Pró-Moradia/Viver Melhor e nos demais programas de habitação de interesse social, instituídos pelo Estado do Rio Grande do Norte.

“Se faz urgente e necessária uma atenção especial dos estados e municípios às mulheres em situação de risco social, sobretudo aquelas que sofrem violência doméstica e familiar”, justifica Eudiane Macedo.

De acordo com dados apresentados pela parlamentar, o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado em setembro de 2019, relata que a cada dois minutos, uma mulher é vítima de violência doméstica no Brasil. Mesmo com o preocupante crescimento dos casos de violência contra a mulher, o governo federal, não destinou verbas e zerou, em 2019, os  repasses que  poderiam ser  usados para  proteção às  vítimas da violência de gênero no Brasil.

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Após chamar PMs de Fortaleza de ‘vagabundos’, soldado da Marinha é afastado de operação e enviado de volta a Natal

exercitoEm um vídeo feito no seu próprio celular, um soldado do Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal que participava da Operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), em Fortaleza, chamou os policiais militares cearenses, amotinados desde a semana passada, de “vagabundos”. Após o vídeo circular na internet, ele acabou sendo afastado da operação e enviado de volta ao Rio Grande do Norte, onde deverá responder pela declaração.

“E ai, pessoal! Estamos aqui, oh, em Fortaleza, fazendo aquela patrulha na cidade, já que os vagabundos dos PM não quer, nós tá aqui (sic)”, afirma o militar filmando a si mesmo e a dois colegas em cima de um caminhão que circula pelas ruas da capital cearense.

Em nota, a Marinha do Brasil afirmou que tomou conhecimento do vídeo com as “declarações reprováveis” na terça-feira (25) e considerou que elas não representarem o posicionamento da Força.

Ainda de acordo com o Comando do 3º Distrito Naval de Natal, o militar foi afastado da tarefa e enviado de volta ao Corpo de Fuzileiros Navais de Natal, “onde serão iniciados procedimentos administrativos cabíveis”.

“As sólidas relações entre a MB e a Polícia Militar do Estado do Ceará, que incluem seus componentes, permitem às instituições enfrentarem o momento atual de forma respeitosa, cordial e colaborativa, como foram os últimos 150 anos de convivência no Estado do Ceará”, afirmou a corporação em nota.

Após a repercussão negativa, em outro vídeo postado nas ruas redes sociais, o militar afirmou que está arrependido da declaração e pediu desculpas aos militares estaduais cearenses.

“Venho me retratar pelo último vídeo postado de forma desrespeitosamente (sic). Eu agi ali pelo impulso da emoção e acabei falando besteira. Estou arrependido das minhas palavras, eu reconheço meu erro”, declarou.

por Caboré Locações Publicado em Notícias