Dois pacientes morrem após falta de vaga em UTI

Dois pacientes de 55 anos morreram em Natal após esperar por um leito de UTI na capital potiguar. Um deles conseguiu ser internado após 12 dias de espera, por conta de uma decisão judicial movida pela família. Mas, após 2 dias no Hospital Giselda Trigueiro, não resistiu e morreu com o coronavírus. O outro sequer conseguiu ter o tratamento adequado para casos graves de Covid-19.

Isac Ferreira Azevedo, de 55 anos, ficou internado por quatro dias na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Cidade da Esperança. Ele buscou a unidade na segunda-feira (25) com dificuldades para respirar. Internado, ficou no aguardo de um leito de UTI, já que necessitava ser entubado. Nesta sexta-feira (29), a família recebeu a notícia de que ele havia morrido. O exame confirmou coronavírus nesta tarde.

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Prefeitura de Cerro Corá efetua mais um pagamento dentro do mês trabalhado

É compromisso que a gestão tem com a população e servidores.
Mais um mês e a prefeitura honra o pagamento antecipado aos servidores municipais de Cerro Corá/RN.

ASCOM – PREFEITURA DE CERRO CORÁ/RN

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Prefeitura de Currais Novos paga nesta sexta (29)

Nesta sexta-feira (29), a Prefeitura de Currais Novos estará pagando a folha salarial de seus servidores.
A Secretaria Municipal de Finanças confirmou que cerca de 2,1 milhões de reais, estarão sendo depositados nas contas dos servidores municipais ao longo do dia.
Uma importante e significativa injeção de recursos na economia local, nesse momento de grandes dificuldades enfrentada por todos por causa da pandemia do novo coronavírus.
Mais uma vez, a Gestão Municipal recomenda a seus servidores a deixarem para efetuarem seus saques na parte da tarde, após o período de maior movimento, evitando com isso, a possibilidade de aglomeração de pessoas, em frente as agências e correspondentes bancários.

por Caboré Locações Publicado em Notícias

MPRN e PM cumprem mandado de busca e apreensão em Afonso Bezerra

Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e a Polícia Militar deflagraram na manhã desta quinta-feira (28) a Operação Ajuste. A ação tem por objetivo identificar eventuais ocorrências de crimes de peculato, lavagem de dinheiro, bem como de outras infrações penais cometidas em desfavor do Município de Afonso Bezerra, no ano de 2015. 

A operação é fruto de um trabalho de investigação da Promotoria de Justiça de Angicos. Nesta quinta, foi cumprido um mandado de busca e apreensão na sede de uma empresa investigada. 

Foram colhidos documentos e evidências eletrônicas para subsidiar a investigação conduzida pelo MPRN, que, até o momento, aponta prejuízo de aproximadamente R$ 124 mil aos cofres públicos. 

O material apreendido será analisado e levado ao Poder Judiciário, com as manifestações ministeriais cabíveis.

Agora RN

por Caboré Locações Publicado em Notícias

CAICÓ: Mais uma moto com queixa de roubo é recuperada pela PM

Policiais militares da CIPAM desconfiaram de dois homens montados em uma motocicleta na cor preta, marca Honda, próximo à escola EECCAM e resolver abordá-los. A moto tem queixa de roubo e a dupla portava uma pequena quantidade de drogas.É o quarto veículo recuperado pela Polícia Militar da cidade de Caicó em pouco mais de 24 horas. Somente nesta quarta feira, 27, três veículos com queixa de furto/roubo foram recuperados na cidade de Caicó, e são estas máquinas que são usadas para outros crimes.

Por Jair Sampaio

por Caboré Locações Publicado em Notícias

RN deverá receber 792 milhões nos próximos 04 meses

Com a sanção do governo federal à lei que prevê socorro financeiro de R$ 60 bilhões da União para recompor perdas de receitas dos estados e municípios, nesta quinta-feira (28), governo do estado e prefeituras do Rio Grande do Norte esperam receber cerca de R$ 792 milhões ao longo dos próximos quatro meses. Porém, estado e município afirmam que o valor é abaixo das perdas de arrecadação estimadas para o ano.

Segundo o secretário de Planejamento do estado, Aldemir Freire, são esperados R$ 442 milhões a título de recomposição da perda de arrecadação. “Esses recursos serão utilizados para bancar o custeio básico do Estado. Não são recursos a mais. Na verdade, caculamos que esse montante talvez não seja suficiente para cobrir todas as perdas ao longo do ano”, considera ele.

por Caboré Locações Publicado em Notícias