Polícia Civil estava monitorando GATO VOADOR para prendê-lo. Órgão detalha operação

Polícia Civil divulga mais detalhes sobre ação policial que, em conjunto com a Polícia Militar, prenderia Julio Santos Correia, vulgo Gato Voador, Anderson Medeiros, vulgo Destinado e acabou com festa de Facção onde havia consumo de drogas e álcool, com menores envolvidos.

Segundo a Polícia Civil, em um trabalho de inteligência policial, informa que uso de novas técnicas de investigação, como análise de dados, análise de aplicativos como o Telegram, foi possível localizar onde a festa ocorria. A partir disto, através de monitoramento, levantamento de endereço, foi possível montar uma ação que cobrisse todo o local. Ao todo, sete guarnições, entre Polícia Civil e Polícia Militar foram utilizadas.

Julio Santos Correia, vulgo Gato Voador, já havia escapado de alguns cercos policiais, deixando armas de fogo, drogas para trás, a última ocorrida no dia 29 de janeiro de 2021, quando na oportunidade foi apreendida uma espingarda calibre .22.

A ação pretendia prender foragidos como Julio e Anderson, talvez outros, pela movimentação identificada, era intensa a entrada e saída de pessoas. Infelizmente Julio tentou escapar mais uma vez e foi vítima de seu infortúnio.

Por Jair Sampaio

por Caboré Locações Publicado em Notícias

Deixe seu comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s